A Casa Espírita Fechada é um Hospital Vazio

10/11/2021 15:50

Bom dia, leitores amigos!

            Outro dia, ao sair de consulta médica de rotina numa clínica em Brasília, encontrei, na sala de espera, um casal amigo que me reconheceu, embora todos estivéssemos de máscara, e disse que sente muita saudade das reuniões públicas presenciais na Federação Espírita Brasileira (FEB), em Brasília. Senti-lhes a vibração fraterna, mas também a tristeza por ver fechada a Casa de Ismael, cujo lema, estampado na fachada de sua entrada é: "Deus, Cristo e caridade".

            Agradeci-lhes o cumprimento e reconhecimento amigo e informei-lhes que, brevemente, as portas da FEB serão reabertas e poderemos ver-nos sem máscara. Os abraços, por enquanto, só em espírito. As palestras, estudos e reuniões mediúnicas, só on-line, e os passes, só a distância.

            Hoje, entretanto, reiniciou on-line a reunião anual do Conselho Federativo Nacional (CFN), que, desde o ano passado vem sendo realizada pela plataforma virtual. E enquanto eu trabalho num dos quartos do nosso apartamento, Lourdes, minha esposa amada, participa da reunião, como responsável pelo Departamento de Assistência Social de nossa querida casa.

            Ao saber que Raul Teixeira iria falar, sabedora que é de minha amizade a ele desde a juventude, Lourdes fechou a imagem e o som para que eu, discretamente, ouvisse nosso irmão espírita. A isso, fico-lhe imensamente grato, graças ao carinho que sempre tive por Raul. E o que ele disse me fez lembrar o encontro com o casal espírita que tive durante a semana: "O centro espírita fechado é um hospital sem doentes, é um templo vazio."

            Minha memória já não é tão boa, mas em essência foram essas as suas palavras, que abono. É muito bom assistir a palestras espíritas on-line, que pipocam Brasil afora e até no exterior. No meu entendimento, elas vieram para ficar, pois auxiliam a difusão da terceira revelação divina judaico-cristã por todo o mundo. Entretanto, é face a face, tête-à-tête, por vezes, que podemos ser esclarecidos, esclarecer, ser consolados e consolar...

            Presencialmente, podemos esclarecer as dúvidas de quem chega, pela primeira vez, à casa espírita, o que nem sempre é possível ao palestrante on-line. Presencialmente, o passe é potencializado, pela transmissão instantânea dos fluidos energéticos e espirituais. Presencialmente, podemos avaliar melhor os irmãos e irmãs em condições de colaborar com a casa espírita em seus diversos setores. Presencialmente, os estudos das obras da Codificação de Allan Kardec são mais produtivos, por possibilitar a participação de todos sem as restrições dos trabalhos on-line...

            Então, meus queridos leitores, sem qualquer desprezo ou encerramento das palestras on-line, que muito contribuem na expansão do conhecimento cristão-espírita, roguemos a Deus que inspire as direções das casas espíritas para que procedam, com todos os cuidados higiênicos, à reabertura de suas portas ao público. Pois este está sedento de esclarecimentos e do contato pessoal com nossos irmãos dedicados ao aprendizado e prática em comum dos conhecimentos desta filosofia, ciência e fé do Infinito.

 

Espiritualidade e PolíticaEspiritualidade → Crônicas Espíritas A Casa Espírita Fechada é um Hospital Vazio