Bibliografia Secundária em Português

03/06/2020 20:50

 

ALBUQUERQUE, Newton de Menezes. Teoria política da soberania. Belo Horizonte: Mandamentos, 2001.

ALMEIDA JÚNIOR, José Benedito de. Educação e política em Jean-Jacques Rousseau. Uberlândia: Editora da Universidade Federal de Uberlândia (EDUFU), 2009.

ALTHUSSER, Louis. Sobre o contrato social. Lisboa: Iniciativas Editoriais, 1976.

BADINTER, Elisabeth. Émilie, Émilie: a ambição feminina no século XVIII. Trad. Celeste Marcondes. São Paulo: Discurso Editorial; Duna Dueto; Paz e Terra, 2003.

BARROS, Gilda Naécia Maciel de. Platão, Rousseau e o Estado Total. São Paulo: Queiroz, 1996.

BOBBIO, Norberto. Entre duas repúblicas. Brasília: UnB, 2001.

____. Três ensaios sobre a democracia. São Paulo: Cardim – Alário, 1991.

BONAVIDES, Paulo. Democracia e liberdade. In: Estudos em homenagem a J.J. Rousseau. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1962.

BORON, Atilio A. (org.). Filosofia política moderna. De Hobbes a Marx. Buenos Aires/São Paulo: CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales; DCP-FFLCH, Departamento de Ciencias Politicas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciencias Humanas-USP, 2006, p. 287-330.

BRAUNSTEIN, Jean-François. Prefácio e comentários ao Segundo Discurso. In: Discurso Sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade Entre os Homens. Tradução de Iracema Gomes Soares e Maria Cristina Roveri Nagle. Brasília: Editora Universidade de Brasília; São Paulo: Ática, 1989.

CASSIRER, Ernst. A filosofia do iluminismo. Tradução de Álvaro Cabral, Campinas: Editora da Unicamp, 1994.

CASSIRER, Ernst. A questão Jean-Jacques Rousseau. São Paulo: Unesp, 1999.

CAVALCANTI, Themistocles et al. Estudos em homenagem a J. J Rousseau. Rio de Janeiro: FGV, 1962.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Do tácito ao expresso: o lugar do escritor político. In: Rousseau: da teoria à prática. São Paulo: Ática, 1976.

CHEVALLIER, Jean-Jacques. As grandes obras políticas de Maquiavel a nossos dias. Rio de Janeiro: Agir, 1990.

COUTINHO, Carlos Nelson. De Rousseau a Gramsci: ensaios de teoria política. São Paulo: Boitempo, 2011.

DEBRUN, Michel. Algumas observações sobre a noção de vontade geral no Contrato Social. Fortaleza: Imprensa Universitária do Ceará, 1962.

DEBRUN, Michel et al. Estudos em Homenagem a Jean-Jacques Rousseau. Rio de Janeiro: FGV. 1962.

DELACAMPAGNE, Christian. A Filosofia Política Hoje: Ideias, Debates, Questões. Tradução de Lucy Magalhães. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

DENT, N.J.H. Dicionário Rousseau. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1996.

DERATHÉ, Robert. Jean-Jacques Rousseau e a Ciência Política de seu Tempo. São Paulo: Discurso Editorial, 2009.

DOZOL, Marlene de Souza. Rousseau – educação: a máscara e o rosto. Petrópolis: Vozes, 2006.

ENDORE, Guy. O Coração e o Espírito: A Estória de Rousseau e Voltaire. Tradução de Brenno Silveira. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1965.

FRANCO, A. A. de M. O índio brasileiro e a Revolução Francesa – as origens brasileiras da teoria da bondade natural. 3. ed. Rio de Janeiro: Topbooks, 2000.

FREITAS, Jacira de. Política e festa popular em Rousseau: a recusa da representação. São Paulo: Fapesp, 2003.

GARCIA, Cláudio Boeira. As cidades e suas cenas: a crítica de Rousseau ao teatro. Ijuí : Editora da UNIJUÍ, 1999.

KRISCHKE, Paulo J. (Org). O contrato social, ontem e hoje. São Paulo: Cortez, 1993.

MACHADO, Lourival Gomes. Homem e Sociedade na Teoria Política de Jean-Jacques Rousseau. São Paulo: Ed. Martins, 1968.

MATOS, C. F. Olgária. Rousseau: uma arqueologia da desigualdade. São Paulo: MG Editores Associados, 1978.

MARUYAMA, Natalia. A contradição entre o homem e o cidadão: consciência e politica segundo J.-J. Rousseau. São Paulo: Humanitas; Fapesp, 2001.

____. A moral e a filosofia política de Helvétius: uma discussão com J.-J. Rousseau. São Paulo: Humanitas; Fapesp, 2005.

MERQUIOR, José Guilherme Merquior. Rousseau e Weber – Dois ensaios sobre a teoria da legitimidade. Rio de Janeiro: Guanabara, 1980.

MONTEAGUDO, Ricardo. Entre o direito e a história: a concepção do legislador em Rousseau. São Paulo: Editora UNESP, 2006.

NISBET, Robert. Os filósofos sociais. Brasília: Universidade de Brasília, 1982.

OLIVEIRA, Afonso Neiva. Rousseau e Rawls, contrato em duas vias. Porto Alegre: Edipucrs, 2000.

PAIVA. W. A. Emílio de Rousseau e a formação do cidadão do mundo moderno. Trindade: Cedo, 2007.

PRADO JR., Bento. A retórica de Rousseau e outros ensaios. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

QUIRINO, Célia Galvão; SADEK, Maria Tereza (orgs.). O pensamento político clássico: Maquiavel, Hobbes, Locke, Montesquieu, Rousseau. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

ROLLAND, Romain. O pensamento vivo de Rousseau. São Paulo: Livraria Martins, 1960.

SALINAS FORTES, Luis Roberto. O Bom Selvagem. São Paulo: FTD, 1989.

____. Paradoxo do espetáculo: política e poética em Rousseau. São Paulo: Discurso Editorial. 1997.

____. Rousseau, da teoria à prática. São Paulo: Ática, 1976.

SKINNER, Quentin. As fundações do pensamento político moderno. Tradução de R. J. Ribeiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

SOUZA, Maria das Graças de. Ilustração e História: O Pensamento Sobre a História no Iluminismo Francês. São Paulo: Discurso Editorial, 2001.

STAROBINSKI, Jean. A transparência e o obstáculo. São Paulo: Companhia das Letras, l99l.

ULHÔA, J. P. Rousseau e a utopia da soberania popular. Goiânia: editora da UFG, 1996.

VIEIRA, Luiz Vicente. A democracia em Rousseau: a recusa dos pressupostos liberais. Porto Alegre: Edipucrs, 1997.

WEFFORT, Francisco. (org.). Os clássicos da política. Vol. 1. São Paulo: Ática, 2001.


Filosofia PolíticaFilosofia Política ModernaOs ContratualistasJean-Jacques RousseauBibliografia sobre Jean-Jacques Rousseau Bibliografia Secundária em Português