Câmara seleciona projetos que serão discutidos no Câmara Mirim 2018

03/08/2018 21:51

Programa, que simula o processo legislativo com estudantes do ensino fundamental, será realizado nos dias 25 e 26 de outubro. Temas escolhidos tratam de acessibilidade, meio ambiente e acesso à internet

A Câmara dos Deputados selecionou os três projetos de lei que serão discutidos e votados por cerca de 350 estudantes durante o Câmara Mirim 2018. Ao todo foram analisadas 966 propostas enviadas por crianças e adolescentes de todo o Brasil. Os autores dos projetos virão a Brasília para defender suas ideias. O evento será realizado nos dias 25 e 26 de outubro.

Os escolhidos
Os projetos selecionados propõem:
- Criação de um aplicativo de celular para orientar o deslocamento de pessoas com deficiência visual – de João Henrique Rinaldi, de Goiânia (GO);
- Proibição do uso de canudos plásticos - de Natália Oliveira Pereira dos Santos, de Blumenau (SC); e
- Substituição de orelhões por pontos de wi-fi gratuitos e de livre acesso – de Ryan Alves Rocha, de Três Corações (MG).

Câmara Mirim
Promovido anualmente pelo portal infantojuvenil Plenarinho, o Câmara Mirim é um programa de simulação da atividade parlamentar no qual crianças e adolescentes são incentivados a redigir projetos de lei e defendê-los no Plenário da Câmara dos Deputados.

Durante dois dias, alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, das redes pública e privada, fazem o papel de deputados, cabendo a eles debater e votar três projetos de lei selecionados entre os que foram enviados ao Plenarinho ao longo do ano.

O objetivo do programa é conscientizar estudantes sobre o trabalho parlamentar, ressaltando a importância, no Parlamento, do diálogo e do respeito às ideias contrárias, além de contribuir para o desenvolvimento do espírito crítico, por meio da observação de problemas do dia-a-dia e da busca por soluções.

via Agência Câmara de Notícias