Direitos Humanos debate políticas públicas para povos tradicionais de matriz africana

28/06/2018 22:25

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias discutiu políticas públicas para povos tradicionais de matriz africana. O debate atende a pedido da deputada Erika Kokay (PT-DF).

Na avaliação da parlamentar, é de extrema importância a realização do debate diante da grande violência aos povos tradicionais de matriz africana e aos terreiros, “fruto da intolerância religiosa, com violações de terreiros, humilhações e agressões físicas de seus membros”.

“Pretende-se com o seminário pensar políticas públicas nas áreas de saúde, segurança alimentar, emprego e renda e de enfrentamento à intolerância religiosa, além de fortalecer uma organização dos povos tradicionais de matriz africana e seus terreiros em redes, de modo a potencializar as experiências exitosas”, afirma.

Foram convidados:
- o secretário nacional de Política de Promoção da Igualdade Racial do Ministério de Direitos Humanos, Juvenal Araújo Júnior;
- o representante do Fórum de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana Edson Augusto Nogueira;
- a representante da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde Nilce Naira Nascimento;
- o presidente da Federação de Umbanda e Candomblé de Brasília e Entorno, Rafael Moreira; e
- o representante da Rede Brasil Afroempreendedor João Carlos Nogueira.

A reunião foi realizada às 14 horas, no plenário 9.

via Agência Câmara de Notícias