Quem é Jesus e onde encontrá-lo?

14/10/2020 14:22

            Quando as autoridades farisaicas tomaram conhecimento da chegada de Jesus à cidade de Jerusalém, vendo-o acompanhado de grande multidão, foram ao seu encontro. Queriam dispersar o povo, que aclamava o Salvador, e lhe indagaram: — Quem é este homem?

            Cheios de inspiração superior, os discípulos do Mestre responderam-lhes: — Este é o que já existia antes de Adão e presidiu a criação da Terra, por concessão de Deus.

            E após os discípulos citarem os profetas Abraão, Jacó, Isaías etc., como anunciadores da vinda do Messias, João Batista aproxima-se dos doutores da lei para lhes confirmar: — Este homem é o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo.

            Do alto, ouve-se voz sublime dizer: — Este é o meu Filho Amado, em quem me comprazo. Escutai-o.

            Então, Jesus, dirigindo-se à montanha mais próxima, sentar-se-ia, ladeado por seus apóstolos. E sua voz sublime entoaria o sermão inesquecível: — Bem-aventurados os simples, pois deles é o reino dos céus; bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; bem-aventurados os mansos, pois eles herdarão a Terra....

            E quando  Jesus terminasse seu discurso, após prometer o reino dos céus aos que sofrem perseguição por causa da justiça e são injuriados, perseguidos e caluniados, por causa do seu nome, seus apóstolos e discípulos, do meio da multidão, perceberiam que o Cristo se referia a todos aqueles que renegassem as glórias mundanas e se esforçassem em seguir seus ensinamentos. Esses sempre seriam incompreendidos na existência física, mas receberiam a recompensa da fidelidade ao Senhor no mundo espiritual.

            Então, os fiéis seguidores de Jesus, ali reunidos, fariam coro à resposta de Pedro:

            — Este homem é o Cristo, o filho do Deus vivo!

            E Jesus, em síntese ao que o Evangelho de Mateus publicará, diria à multidão: — Bem-aventurados sois, meus irmãos, porque não foram o sangue e a carne quem vos revelou isso, mas sim meu Pai e vosso Pai, que está nos céus. Em seguida, completaria:

            — "Vinde a mim, todos vós que vos encontrais aflitos e sobrecarregados, que eu vos aliviarei..."

            Podemos encontrá-lo na criança faminta que nos agradece o pão doado com amor; achamo-lo nos desgraçados, que nos rogam uma palavra de esperança e auxílio; encontramos o Cristo nas visitas e orações que fazemos pelos enfermos... Em cada ação no bem realizada por nós em benefício do próximo, ali está Jesus a nos repetir estas palavras: — Amai, trabalhai, servi, perdoai e orai!

            Deus é Amor, e Jesus é seu modelo para nos guiar. Então, assim como Deus, o Cristo está dentro de nós. É em nossa consciência que Eles se aquartelam. Cabe-nos seguir sua inspiração, pois, embora Eles não nos abandonem, também não podemos, como os maus soldados, desertar...

Espiritualidade e PolíticaEspiritualidade → Crônicas Espíritas Quem é Jesus e onde encontrá-lo?