Corrupção e sua banalidade

Corrupção e sua banalidade

por Luiz Henrique Pereira Alves

postado em nov. 2018

            A sociedade brasileira atual vem criticando os constantes casos de corrupção, com alguns indivíduos optando por não estudar sobre como funciona a política, pois, para eles, o sistema político é inalterável. Com esse argumento, vários indivíduos defendem que, independentemente de quem quer que assuma quaisquer cargos públicos, nunca vai mudar. Porém, a corrupção já se tornou algo banal na sociedade brasileira.

            A corrupção política é associada pela população, na maioria das vezes, pelo desvio de dinheiro público, onde a finalidade será o próprio político. Porém, a corrupção social é a mais grave, pois há nítidos sinais da sua banalização. A compreensão sobre o que é corrupção é associado a algum ato considerado imoral em uma sociedade onde foi praticado. Com esse pensamento, o ser humano está condenado ao atraso na resolução da corrupção.

            Na corrupção, todos os indivíduos envolvidos no processo se tornam imorais, independente da sua atuação, seja ela direta ou indireta. Quando a atitude é considerada imoral, os indivíduos que atuaram de forma indireta vêem uma maneira de escapar da punição que deveria ser aplicada sobre os mesmos, pois mesmo que seja apenas uma observação de um indivíduo sem vínculo com o processo, é de sua obrigação denunciar o ato que o mesmo passou a ter conhecimento que é praticado.

            O ser humano é individualista, pois utiliza métodos, argumentos e ideias para defender interesses pessoais, onde a finalidade é ele mesmo. É notório o mesmo quando ele utiliza a “porta de escape” para não ser condenado, mantendo assim sua impunidade. O que torna o ser humano individualista é o seu egoísmo que se consolidou devido a evolução do mesmo.

            Simples atos como não utilizar o cinto de segurança, depredar o patrimônio público, não destinar o lixo a locais corretos e até mesmo ter atos hipócritas são exemplos de atos corruptos, que infelizmente se tornaram banal na nossa sociedade.

            A corrupção é característica do atual ser humano, mas a mudança é dos que pensam na evolução humana.

 

Ciência PolíticaPoder e SoberaniaPoder e Corrupção → Corrupção e sua banalidade