Reinventar a emancipação social da Amazônia: Um olhar sobre a Amazônia a partir da Teoria Crítica

ARTIGO PUBLICADO NA REVISTA CLAREIRA, v. 4, n. 1-2 (2017)

Revista de Filosofia da Região Amazônica

por Alexsandro M. Medeiros

lattes.cnpq.br/6947356140810110

 

 

Resumo
Este artigo pretende fazer uma análise sobre a realidade complexa da Amazônia tomando como referência os aportes teóricos da Teoria Crítica e, mais precisamente, utilizando os conceitos de emancipação e razão instrumental e de como é necessário pensar uma emancipação possível que faça frente às consequências do uso instrumental da razão, tal como entendem Adorno e Horkheimer com a publicação da obra Dialética do Esclarecimento. Neste artigo pretendo demonstrar como a razão instrumental, aliada ao uso da técnica e da ciência como forma de dominação e exploração também fez sentir os seus efeitos na Amazônia e, por conseguinte, a necessidade de repensar o modo como nos relacionamos com a natureza orientada para uma ideia de emancipação que deve ser simultaneamente social, política, econômica e epistemológica. Uma emancipação que nos ajude a pensar uma forma racional de utilização da natureza e do que nela é produzido mas sem esgotar seu potencial biológico e sua biodiversidade, sem desnudar a Natureza e romper com seu equilíbrio ecológico.

Palavras-Chave: Razão Instrumental. Emancipação. Amazônia. Natureza.

 

Abstract
This article intends to make an analysis about the complex reality of the Amazon, taking as reference the theoretical contributions of the Critical Theory and, more precisely, using the concepts of emancipation and instrumental reason and of how it is necessary to imagine a possible emancipation that think the consequences of the use instrumental of reason, as Adorno and Horkheimer understand with the publication of the work Dialectics of Enlightenment. In this article I intend to demonstrate how instrumental reason, allied to the use of technique and science as a form of domination and exploitation, has also made felt its effects in the Amazon and, consequently, the need to rethink the way we relate to nature oriented towards an idea of emancipation that must be simultaneously social, political, economic and epistemological. An emancipation that helps us to think a rational way of using nature and what is produced in it but without exhausting its biological potential and its biodiversity, without undressing nature and breaking with its ecological equilibration.
Keywords: Instrumental Reason. Emancipation. Amazon. Nature.

 

Acesse o link a seguir para ter acesso ao ARTIGO COMPLETO.

 

Filosofia PolíticaFilosofia Política ContemporâneaEscola de Frankfurt → Reinventar a emancipação social da Amazônia: Um olhar sobre a Amazônia a partir da Teoria Crítica